Educação em Foco
 
 
Novas Escolas Técnicas.
150 cidades ganharão escolas técnicas.
150 cidades ganharão escolas técnicas.
 
MEC divulga lista das 150 cidades que ganharão escolas técnicas

Rio - O Ministério da Educação (MEC) divulgou a relação das 150 cidades-pólo de todas as regiões brasileiras onde serão instaladas novas escolas técnicas federais, conforme prevê o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE).

“Esse sistema que utilizamos para a definição dos municípios marca uma nova cultura política no Brasil, onde os pleitos por indicação político-partidária são substituídos por estudos que retratam a necessidade e o mérito daquela localidade em receber uma escola técnica”, explicou Eliezer Pacheco, secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, segundo notícia do ministério.

Essas cidades foram escolhidas a partir de um estudo científico, com duração de aproximadamente seis meses, em mais de 5 mil municípios brasileiros. As análises contemplaram a avaliação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e dados populacionais, além da definição dos arranjos produtivos locais (APLs) existentes nas regiões e que são priorizados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

A região Nordeste ficará com 51 das 150 novas unidades educacionais. Os Estados do Maranhão e da Bahia terão oito escolas cada um. Piauí, Rio Grande do Norte e Ceará abrigarão, cada um, seis unidades. Paraíba e Pernambuco terão cinco novas escolas, Alagoas ficará com quatro e Sergipe terá três novas escolas técnicas federais.

O Sudeste vem em seguida, com 36 escolas técnicas. São Paulo e Minas Gerais contarão, cada um, com 12 unidades. O Estado do Rio de Janeiro terá sete e o Espírito Santo ficará com cinco novas escolas.

A região Centro-Oeste será beneficiada com 24 novas escolas técnicas federais. Dessas, seis serão instaladas em Goiás e outras seis em Mato Grosso. Outras cinco serão criadas em Mato Grosso do Sul, quatro no Distrito Federal e três no Tocantins.

Os Estados do Sul serão contemplados com 23 novas unidades. Dez serão criadas no Rio Grande do Sul, sete em Santa Catarina e seis no Paraná. A região Norte, por sua vez, contará com 16 novas instituições. Cinco delas no Amazonas e outras cinco no Pará, além de duas em Rondônia e mais duas no Acre. Completam a lista uma escola em Roraima e uma no Amapá.

Segundo o MEC, o processo de implantação será conduzido por um edital. O principal objetivo do edital é definir a ordem de implantação das unidades, que será estabelecida por meio da análise das propostas

Fonte: Jornal O Dia.