Educação em Foco
 
 
Ideb do Estado não surpreende
maculan.jpg
maculan.jpg
 
Maculan: Ideb do Estado não surpreende secretário.


Os resultados alcançados pelas escolas do Rio de Janeiro no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), novo indicador de qualidade no ensino divulgado pelo MEC no dia 26/04, não surpreenderam o secretário Estadual de Educação, Nelson Maculan. Ele disse que, após as dificuldades que encontrou na rede nos seus quatro primeiros meses de gestão, não poderia ter esperado outro quadro.

"Os resultados foram péssimos. Fiquei horrorizado", disse Maculan, ressaltando que a melhoria dos indicadores educacionais não depende só de ações do poder público.
"É importante também que os pais cobrem qualidade da escola. Além disso, é preciso melhorar as condições de trabalho dos professores, para que possam se envolver mais com o trabalho da escola", frisou o secretário, logo após fazer a palestra de abertura do V Congresso Internacional de Educação, promovido pela Editora Moderna e pela Fundação Santillana.

A média nacional do Ideb foi de 3,8 pontos para turmas de 1ª a 4ª série do ensino fundamental, de 3,5 para as de 5ª a 8ª e de 3,4 para as de ensino médio. Em relação à rede estadual, as pontuações foram de 3,7, 2,9 e 2,8, nesta ordem. O pior resultado foi obtido com as turmas da 8ª série das escolas estaduais da capital, que ficaram com índice de 2,5 pontos, o pior do Estado. O Ideb considerado ideal pelo MEC é de, no mínimo, 6,0 pontos.

Folha Dirigida.